sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Tanta COISA!

É como uma faca.

"tens de deixar de ser tao efusiva"
Vou Parar.
Turbilhão.
Turbilhão.
Turbilhão.
É como a leve brisa da manhã.
E amanhã levanto-me e vou de novo buscar o pão de pijama.
E hoje está na hora de ir dormir.
E depois logo se vê.
Vou magoar-me.
Presinto.
Vais magoar-me sem querer.
Que P*ta de sorte.
Vou jogar todas as semanas no euro-milhoes.
"Eu avisei-te. Eu avisei-te. Eu avisei-te."
"Ia ajudar-te mas fartava-me de rir se levasses na boca."

2 comentários:

Marco* disse...

gosto da tua maneira de escrever e simplesmente adoro este post. Turbilhão. uso a palavra e identifico-me. continua com esta escrita magnífica (: *

Camila disse...

o q é que este zero anda aqui a fazer? -.-